Newsletter Abril 2017

Shalom queridos intercessores
e amigos de Israel
UNESCO


No dia 02 de Maio, quando celebramos o Renascimento
do Estado de Israel, a UNESCO aprovou mais uma resolução anti-israel.
Desta vez, “rejeitando” a soberania Israelense sobre Jerusalém. Porem, como
nosso primeiro ministro Benjamin Netanyahu disse: “nós rejeitamos a UNESCO”.
O embaixador de Israel Shama HaCohen acredita que
estamos avançando, já que no ano passado tivemos 32 países contra nós e agora
apenas 22.
Os países que apoiaram Israel desta vez foram 10:
Estados Unidos, Itália, Reino Unido, Países Baixos, Lituânia, Grécia, Alemanha,
Paraguai, Togo e Ucrânia. (Países Ovelhas)





Entre
os  paises que apoiaram a resolução e se
opuseram a Israel estão: Rússia, Irã, Africa do Sul,
Japão e Brasil. (países bodes)

Ainda tivemos 23 países “em cima do muro”
(abstinentes). Como em cima do muro não pertence a Deus, esses também são
considerados países bodes.







Avivamento entre os Jovens
Abaixo compartilhamos dois testemunhos
tremendos sobre como Deus está se movendo entre a juventude israelense. Acreditamos
que Ele está levantando um grande exército formado por estes preciosos!
Oremos para que as sementes
cresçam e deem muitos frutos!
“Outra,
enfim, caiu em boa terra e deu fruto, que vingou e cresceu, produzindo a
trinta, a sessenta e a cem por um.”
Marcos 4:8
Evangelismo aos
soldados das Forças de Defesa de Israel


Rachel Netanel
A Yeshiva
(Escola de Estudos da Torá) secular de Ein Kerem tem um programa especial para
os soldados iniciando o exército e Deus nos deu (como Beit Netanel) favor para
com seus líderes. Um oficial no mês passado, que já havia estado conosco antes,
perguntou se ele poderia trazer mais 30 jovens soldados especialmente para
ouvir-me falar sobre Yeshua!
Então,
como de costume, Gilad e eu preparamos uma refeição farta porque em nossa
cultura, quando eles se sentam para comer, é quebrado o gelo e eles estão mais
abertos para ouvir o que tenho a dizer.

Fiquei
surpresa ao encontrar jovens famintos para aprender sobre Yeshua. Contei-lhes
sobre como o Filho de Deus veio carne e como ele veio para tirar os pecados e
nos dar a sua justiça. Eles fizeram muitas perguntas!

Um deles perguntou,
“o que podemos fazer para que o Messias venha? Eu disse que primeiro você
precisa pedir a Deus para mostrar-lhe a verdade. Se você ler o Tanach (Antigo
Testamento) a primeira menção do Messias é em Gênesis 3:15:

“Porei inimizade entre ti e a
mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça,
e tu lhe ferirás o calcanhar.”


O que
significa a “semente da mulher”? Não há nenhuma outra mulher sobre a
qual isto é mencionado porque o Messias não deve nascer do homem. Olha o que
está escrito em Isaías 7:14:

“Portanto, o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que a virgem
conceberá e dará à luz um filho e lhe chamará Emanuel.”
Eles ficaram
espantados e disseram, “o quê? Isto está no nosso Tanakh?”

Essa
conversa durou mais de três horas depois do almoço. Eles estavam tão empolgados
e vários querem voltar e trazer as suas famílias.

Antes de
partirem, eles me presentearam com um prêmio pelo meu serviço para os soldados com
as palavras inscritas: “em agradecimento pela atmosfera esclarecedora e
fascinante conversa.” Louvado seja Deus!
Juventude messiânica israelense se posiciona quanto
à sua fé nas escolas
Sarit Roitman, 18, Jerusalém
“Eu queria fazer algo mais do que apenas
acreditar em meu coração, além do fato de que todo mundo me conhece como uma
‘menina cristã’ ou ‘a garota com a religião estranha’. 

Especificamente, eu
queria dar um passo significativo na minha vida por Yeshua, para glorificar o
nome dele, não só para apresentar quem são ‘os judeus messiânicos’. 

Eu
realmente queria falar aos meus colegas sobre Yeshua, e é isso que me impulsionou
e me deu a coragem, a vontade e a fé para compartilhar na frente da classe.

“Eu e alguns dos meus amigos messianicos
planejamos a palestra previamente e cuidadosamente. Começamos por apresentar a
fé. 

Nós provamos, usando as profecias da Bíblia, quem é Yeshua e como estas
profecias estão se realizando no novo testamento e concluímos com testemunhos
pessoais de nossas vidas.

“Verdade seja dita, eu não sabia como os meus
colegas iriam responder. Ficou claro para mim que eles me respeitariam como sua
colega de classe, mas tinha medo de que a direção da palestra evocaria gritaria
e resistência. 

Para nossa grande surpresa, logo que começamos a falar, lá
estava completo silêncio na classe. Eles escutaram com interesse e concentração
por toda hora e meia que o professor tinha nos dado para esta finalidade. 

Sentimos plena confiança ao falar e eu não tenho nenhuma outra explicação para
isso, exceto que Deus estava conosco e Ele dirigiu a cada passo nosso. Depois
da aula, houveram muitas perguntas. 

Meus colegas disseram que foi a palestra
mais interessante que ja tinham ouvido. As reações foram absolutamente
positivas e cheias de respeito e por isso eu simplesmente agradeço a Deus!

Festas da
Primavera


Desde que o mês de Aviv
começou, entramos no período das primeiras 4 Festas do Senhor (Festas de
Primavera): Pessach, Shavuot, HaMatsot e HaBikurim.

Nós escrevemos sobre Pessach
no nosso último post: http://mevasseretministries.blogspot.co.il/2017/04/especial-de-pessach.html

HaMatsot são os sete dias após
Pessach em que comemos o pão sem fermento, representando a vida pura de Yeshua
e também buscando por nossa santificação:

“Lançai
fora o velho fermento, para que sejais nova massa, como sois, de fato, sem
fermento. Pois também Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi imolado. Por isso,
celebremos a festa não com o velho fermento, nem com o fermento da maldade e da
malícia, e sim com os asmos da sinceridade e da verdade.” 1Coríntios
5:7-8
HaBikurim é a Festa das Primícias,
que representa a ressurreição de Yeshua:
 “Mas,
de fato, Cristo ressuscitou dentre os mortos, sendo ele as primícias dos que
dormem. Visto que a morte veio por um homem, também por um homem veio a
ressurreição dos mortos. Porque, assim como, em Adão, todos morrem, assim
também todos serão vivificados em Cristo. Cada um, porém, por sua própria ordem:
Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda. E, então,
virá o fim, quando ele entregar o reino ao Deus e Pai, quando houver destruído
todo principado, bem como toda potestade e poder.”
1Coríntios 15:20-24
Desde o dia de BiKurim,
começamos a contar 7 semanas até Shavuot, que está relacionada com a colheita
do trigo:
“Contareis para vós outros desde o dia imediato ao sábado, desde o
dia em que trouxerdes o molho da oferta movida; sete semanas inteiras serão.
Até ao dia imediato ao sétimo sábado, contareis cinquenta dias; então, trareis
nova oferta de manjares ao SENHOR. Das vossas moradas trareis dois pães para
serem movidos; de duas dízimas de um efa de farinha serão; levedados se
cozerão; são primícias ao SENHOR.”
Levítico 23:15-17
Shavuot é também um tempo para
se alegrar:
 “Alegrar-te-ás
perante o SENHOR, teu Deus, tu, e o teu filho, e a tua filha, e o teu servo, e
a tua serva, e o levita que está dentro da tua cidade, e o estrangeiro, e o
órfão, e a viúva que estão no meio de ti, no lugar que o SENHOR, teu Deus,
escolher para ali fazer habitar o seu nome. Lembrar-te-ás de que foste servo no
Egito, e guardarás estes estatutos, e os cumprirás.”
Deuteronômio 16:11-12
Durante Shavuot, celebramos
não somente a colheita, mas também a entrega da Torá, que Deus escreveu com seu
próprio dedo!
“No terceiro mês
da saída dos filhos de Israel da terra do Egito, no primeiro dia desse mês,
vieram ao deserto do Sinai.”
Êxodo 19:1
“E, tendo acabado
de falar com ele no monte Sinai, deu a Moisés as duas tábuas do Testemunho,
tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus.
Êxodo 31:18
Muitos anos depois, também
durante Shavuot, os discípulos de Yeshua receberam um presente precioso que ele
havia prometido:
 “Se me amais, guardareis os meus mandamentos. E eu rogarei ao
Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco,
o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o
conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós.”
João 14:15-17
“Ao cumprir-se o
dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; de repente, veio do
céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam
assentados. E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e
pousou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e
passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que
falassem.”
Atos 2:1-4
Nosso pai celestial enviou seu
filho para nos libertar, mas ele quer mais de nós. Ele nos escolheu para casar
com seu Filho! Ele enviou seu servo, o Espírito, para separar, consolar e
preparar a Noiva do seu Filho!
É tão bonito de se ver todo o
quadro  da redenção através as Festas do
Senhor!
Nossa oração é para que o
nosso povo, o povo Judeu, tenha os olhos abertos para entender o significado
profético das Festas que celebramos todos os anos, como Yeshua fez com seus
discípulos:
A seguir, Jesus lhes disse:São
estas as palavras que eu vos falei, estando ainda convosco: importava se
cumprisse tudo o que de mim está escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos
Salmos. Então, lhes abriu o entendimento para compreenderem as
Escrituras; e lhes disse:Assim está escrito que o
Cristo havia de padecer e ressuscitar dentre os mortos no terceiro dia e que em
seu nome se pregasse arrependimento para remissão de pecados a todas as nações,
começando de Jerusalém.”
Lucas 24:44-47
De acordo com o calendário
hebraico, iremos comemorar Shavuot a partir do por do sol de 30 de maio (6 de
Sivan).
Feriados e Observâncias
Durante o periodo de Aviv
(Primavera), também celebramos algumas datas relacionadas à história de Israel
moderno:
·        
24 de abril – Yom HaShoá (Dia
do Holocausto)

·        
1 de Maio
– Yom HaZikaron (Dia em memoria dos soldados falecidos e vítimas do terrorismo)

·        
2 de maio – Yom Haatzmaut (Dia
da Independência)

·        
24 de maio -Yom Yerushalaim

Este ano teremos um Yom
Yerushalaim especial. Vamos celebrar o Jubileu (50 anos) da reunificação de
Jerusalém, que aconteceu em 1967.
Haverão muitos eventos e
pessoas vindas de todo o mundo para Jerusalém, a Cidade do Grande Rei,
incluindo autoridades como Donald Trump.
Oremos por segurança e shalom.
Eventos messiânicos e cristãos
Oremos pelos
seguintes eventos, que a vontade de Deus seja cumprida.
Conferencia Global Prayer Call http://www.globalprayercall.org/en/






















Global Prayer Call é uma chamada para as Nações de todo o mundo,
para se alinharem com o coração de Deus em relação a Israel e seu Povo.

(Maio 22-26)
em Jerusalém e Tour (Maio 26-31)

Dor Haba (MUSIC CAMP 2017 Junho
27-30, Yad Hashmonah, Israel)

Elav (Conferencia
para Jovens no fim de Julho)
“Tem o propósito de servir e liberar a próxima geração de
adoradores e guerreiros de oração em Jerusalém, Israel e Oriente Médio. Reunimos jovens judeus e
árabes israelenses para que eles possam formar relacionamentos, aproximar-se de
Deus e colaborar no trabalho do Reino. Este amor e unidade transformará a
cultura em torno deles. Amamos encorajar jovens escritores, músicos e líderes,
alem de ajudá-los a liberar novos sons de adoração nesta região do mundo.”
Participe desta obra: interceda pelos eventos, trabalhe como voluntário ou
oferte através dos sites:

http://www.dorhabapartners.com/about/

http://elav.succathallel.com/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *