Newsletter Julho 2017

Shalom
amados intercessores e amigos de Israel!
Sua
Morada

No mês de
Julho tivemos alguns levantes por parte do inimigo das nossas almas, como
pudemos ver nas noticias: ataques terroristas e conflitos no Monte do Templo
alem de ataques a residências judaicas no West Bank.

“Pois o SENHOR
escolheu a Sião, preferiu-a por sua morada: Este é para sempre o lugar do meu
repouso; aqui habitarei, pois o preferi.”
Salmos 132.13-14
Nosso
Deus é Espírito e habita aonde deseja: nos céus, nos nossos corações e EM
JERUSALEM!!
“Eu, porém,
constituí o meu Rei sobre o meu santo monte Sião.”
Salmos 2.6
Ele
escolheu este lugar para reinar através de Seu Filho, nosso Mashiach!
Sabendo
disso, o inimigo deseja tomar o Seu lugar:
“Como caíste do
céu, ó estrela da manhã, filho da alva! Como foste lançado por terra, tu que
debilitavas as nações! Tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das
estrelas de Deus exaltarei o meu trono e no monte da congregação me assentarei,
nas extremidades do Norte; subirei acima das mais altas nuvens e serei
semelhante ao Altíssimo.”
Isaias 14.12-14
Não
podemos ficar apáticos vendo o inimigo profanar a morada que YHWH escolheu.
Devemos ter zelo pela palavra Dele e dominarmos através da direção de Seu
Espírito.
“Então, falou Davi
aos homens que estavam consigo, dizendo: Que farão àquele homem que ferir a
este filisteu e tirar a afronta de sobre Israel? Quem é, pois, esse
incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo?”
David
zelava pelo povo de Israel e também por Sua terra, pelo lugar da morada do Altíssimo.
Tua Morada
“Não
darei descanso aos meu olhos
Não darei
descanso as minhas pálpebras
Até ver
um lugar para Ti Jesus
Entrarei
no Santuário
E subirei
no teu Santo Monte
Até ver
um lugar
Preparado
para Ti
VEM FAZER
TUA MORADA,VEM FAZER TUA MORADA
NO MEIO
DE NÓS
Uma coisa
peço ao Senhor
E a buscarei,
e a buscarei
Que eu
possa morar na Tua casa
Todos os
dias da minha vida
E o Encontrei,
eu Encontrei
Teus
altares Senhor é Deus meu”
Composição: Davi Silva
Bein
Hametzarim – Entre os estreitos

Os dias 11 de julho e 1º de
agosto marcaram os primeiro e último dias das três semanas de
lamento, angústia, tribulação, de estreito em Israel,
recordando a destruição dos muros de Jerusalém (em 17 do 4º mês, este ano em 11
de julho) por Nabucodonozor (586 aC – 2 Reis
25.3,4; Jeremias 39.2; 52.6,7) e pelos romanos, seis
séculos mais tarde (70 dC), ambos culminando com a destruição dos dois templos
sagrados ou Batei HaMikdashim, em Jerusalém (9 do 5º mês – Tisha
b’Av
 – 9º dia do mês de Av ou 5º mês, este ano em 01 de agosto).
A consequência direta da
destruição dos templos foi a destruição da vida judaica em Israel. Esses dias
são relembrados com jejum (do 4º e do 5º meses).
“Em meio à
tribulação, invoquei o SENHOR, e o SENHOR me ouviu e me deu folga. O SENHOR
está comigo; não temerei. Que me poderá fazer o homem? O SENHOR está comigo
entre os que me ajudam; por isso, verei cumprido o meu desejo nos que me
odeiam. Melhor é buscar refúgio no SENHOR do que confiar no homem. Melhor é
buscar refúgio no SENHOR do que confiar em príncipes. Todas as nações me
cercaram, mas em nome do SENHOR as destruí. Cercaram-me, cercaram-me de todos
os lados; mas em nome do SENHOR as destruí. Como abelhas me cercaram, porém
como fogo em espinhos foram queimadas; em nome do SENHOR as destruí. Empurraram-me
violentamente para me fazer cair, porém o SENHOR me amparou. O SENHOR é a minha
força e o meu cântico, porque ele me salvou. Nas tendas dos justos há voz de
júbilo e de salvação; a destra do SENHOR faz proezas. A destra do SENHOR se
eleva, a destra do SENHOR faz proezas. Não morrerei; antes, viverei e contarei
as obras do SENHOR.”
Salmo 118.5-17
Em
períodos como estes é sempre bom estarmos em mais constante vigília e oração.
POREM, como
sempre, nosso amado Pai nos dá uma promessa de esperança:
“Assim diz o
SENHOR dos Exércitos: O jejum do quarto mês, e o do quinto, e o do sétimo, e o
do décimo serão para a casa de Judá regozijo, alegria e festividades solenes;
amai, pois, a verdade e a paz.”
Zacarias 8.19
Declaremos
esta palavra sobre toda a Casa de Israel, para que não haja mais lamento, mas
vida e alegria no Amado Mashiach Yeshua!
O lugar
em Deus
Algo que
o Senhor nos ministrou neste mês foi sobre a importância e a necessidade do
POSICIONAMENTO e da PERMANENCIA.
Em muitas
áreas de nossas vidas iniciamos projetos que cremos terem sido guiados por
Deus.
Eles
começam com sucesso, nós iniciamos com bastante entusiasmo e expectativa, porem
ao longo dos dias e meses, no meio da jornada, o inimigo vem com suas sutilezas
tentar nos roubar do chamado e nos desestimular.
Ele nos
ataca em nossas emoções e faz com que tomemos decisões baseados em
circunstancias e sentimentos.
De
repente nos desviamos, passamos a olhar e ouvir homens, suas opiniões e nos
desviamos da Palavra.
Precisamos
sempre voltar aos pés (e ao colo) daquele que nos ama, nos dirige e nos cuida.
Se
ouvirmos Sua voz nos realinharemos aos Seus propósitos, nos reposicionando no
lugar que Ele nos colocou, a despeito de qualquer coisa.
Desta
forma, em pouco tempo veremos a Sua fidelidade mudando circunstancias, mas tudo
porque nos fomos fieis em correr para o Autor da Vida, para o nosso Pastor.
“As
minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem.”
João 10.27
Obrigada
Senhor por nos ensinar a cada dia.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *