Newsletter Maio 2017

Shalom queridos
intercessores e amigos de Israel,
O mês de maio foi
bastante intenso, especialmente em Jerusalém. O transito ficou muito tumultuado,
mas na maioria das vezes, por uma boa causa.
Na segunda-feira dia
22, recebemos o presidente norte-americano Donald Trump, com honra, no tapete
vermelho, com a presença do Exercito e tendo muitas ruas bloqueadas em Jerusalém
por causa do seu itinerário.

Durante a recepção
no Aeroporto Ben Gurion em Tel Aviv, o governo de Israel “inconscientemente”
fez um ato profético ao estender o tapete vermelho em forma de CRUZ, e
posicionar o nosso primeiro ministro Benjamin Netanyahu, nosso presidente Reuven
Rivlin e o Presidente Donald Trump em cima do braço da Cruz, profetizando quem
é o verdadeiro Príncipe da PAZ. Pois só através da CRUZ que conquistamos a PAZ.
Enquanto experimentávamos
toda essa expectativa, preparativos e credito que foram dados a um homem,
ficamos imaginando como será quando o nosso Rei, o Rei de Jerusalém, e Rei dos
Reis – Yeshua retornar em Sua Gloria!
Que possamos estar
muito mais preparados e com grande expectativa para dar a Ele toda a Gloria que
lhe é devida!!
Ele retornará e
reinará de Jerusalém, é por isso que o inimigo, através de seus discípulos do
Islã
deseja tanto estar no Monte do Templo.
Leia Isaias
14.12-13:
“Como caíste do
céu, ó estrela da manhã, filho da alva! Como foste lançado por terra, tu que
debilitavas as nações! Tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das
estrelas de Deus exaltarei o meu trono e no monte da congregação me
assentarei,
nas extremidades do Norte;”
Infelizmente, o inimigo
e seus discípulos entendem mais sobre a importância de Jerusalém do que a
Igreja, ainda crendo que tudo que ocorrerá no fim dos tempos será apenas numa
dimensão celestial, apesar de estar muito claro nas escrituras que Yeshua irá
reinar na Terra e nós reinaremos com Ele.
“Então, sairá o
SENHOR e pelejará contra essas nações, como pelejou no dia da batalha. Naquele
dia, estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de
Jerusalém para o oriente; o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o
oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; metade do monte se
apartará para o norte, e a outra metade, para o sul. O SENHOR será Rei sobre
toda a terra; naquele dia, um só será o SENHOR, e um só será o Seu nome.”
Zacarias 14:3-4,9
“Bem-aventurado e
santo é aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre esses a segunda
morte não tem autoridade; pelo contrário, serão sacerdotes de Deus e de Messias
e reinarão com Ele os mil anos.”
Apocalipse 20:6
É por isso que é tão
importante preparar o Seu caminho, preparar o povo de Israel para que possam declarar
        “Baruch haba b’shem Adonai”
(Bendito/bem-vindo é o que vem em nome do Senhor). Ele espera por isso
para que possa voltar!
“Jerusalém, Jerusalém,
que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados”! Quantas vezes quis
eu reunir teus filhos como a galinha ajunta os do seu próprio ninho debaixo das
asas, e vós não o quisestes! Eis que a vossa casa vos ficará deserta. E em
verdade vos digo que não mais me vereis até que venhais a dizer:
Bendito o que vem em
nome do Senhor!”
Lucas 13:34-35
Yom
Yerushalaim
As celebrações do
Jubileu de Yerushalaim foram muito bonitas.
Enquanto a UNESCO
declara que Jerusalém não pertence a Israel, a prefeitura fez outro ato
profético, decorando o metro de superfície (rakevet) com as bandeiras de Israel
e Jerusalém e os dizeres “Jerusalém unificada, compacta”, os
trens circulam por toda a cidade desde bairros judaicos/ cristãos até bairros
árabes, mulçumanos.

“Jerusalém, que
estás construída como cidade compacta”
Salmos 122:3
Durante toda semana
do Jubileu de Jerusalém, houve show de luzes e festas noturnas.
Muitos marcharam com
bandeiras de Israel na quarta-feira dia 24, dia do jubileu da reconquista de
Jerusalém, inclusive por bairros árabes, fato que nunca antes tinha sido
permitido pela policia e autoridades locais.

Preparando o caminho
para o retorno do Senhor através da Aliyah
Este mês tivemos a presença
de Marciah Malkah, uma intercessora e mestra no Brasil, compartilhando uma
mensagem na Succat Hallel.
Ela explicou porque é tão
importante orar por Aliyah.
Também falou sobre os “anussim”,
os Judeus que foram forçados a se converter ao Catolicismo na Inquisição.
“Porque há
esperança para a árvore, pois, mesmo cortada, ainda se renovará,
e não cessarão os seus
rebentos. Se envelhecer na terra a sua raiz, e no chão morrer o seu tronco, ao
cheiro das águas brotará e dará ramos como a planta nova.”
Jó 14:7-9
Oremos pela Aliyah dos
Judeus Sefaraditas, incluindo os “bnei anussim”.
Ouça o áudio da
mensagem de Marciah Malkah (ouça no Link abaixo)



Pedido de Oração
Oremos por este evento,
para que os jovens adoradores sejam gerados, preparados segundo o Seu coração e
liberados para a Gloria Dele!
“Tem o propósito de servir e liberar a
próxima geração de adoradores e guerreiros de oração em Jerusalém, Israel e
Oriente Médio. Reunimos
jovens judeus e árabes israelenses para que eles possam formar relacionamentos,
aproximar-se de Deus e colaborar no trabalho do Reino. Este amor e unidade
transformará a cultura em torno deles. Amamos encorajar jovens escritores,
músicos e líderes, alem de ajudá-los a liberar novos sons de adoração nesta
região do mundo.”
Participe
desta obra: interceda pelos eventos, trabalhe como voluntário ou oferte através
dos site:
 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *